cidade Destaque Saúde
Publicado em 25/01/2018 às 13:03 - Autor:

Valinhos integra ação regional de combate ao mosquito da dengue

Neste sábado (27) Valinhos participará do 3º Mutirão Regional de Combate ao Aedes aegypti, promovido pela Prefeitura de Campinas com o apoio da EPTV. A atividade busca, em um mesmo dia, conscientizar e envolver a população de toda a região na eliminação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika. No município a ação será na região do bairro Morada do Sol.

Segundo a Secretaria da Saúde, o mutirão casa a casa será realizado das 8h às 12h por agentes sanitários, devidamente identificados com uniforme e crachá. Os profissionais vão percorrer as residências para orientar os moradores sobre a eliminação de criadouros, objetos expostos ao tempo que possam acumular água, como calhas sujas, latas, garrafas, sucatas, além de vasos e pratos de plantas com água.

Preocupação regional – A importância de combater o Aedes aegypti fez parte das discussões das autoridades na 192ª reunião dos membros do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas (RMC) realizada na quarta-feira (24) em Vinhedo.

O prefeito Orestes Previtale, que esteve presente no encontro, lembrou que “o combate ao vetor é a única forma de conter a dengue, chikungunya e zika e começa dentro das casas das pessoas, por isso é importante o envolvimento de todos, poder público e sociedade civil”.

A preocupação das autoridades é que janeiro e fevereiro são os meses de pico de infestação do Aedes por conta das chuvas e do calor, que contribuem para a formação de criadouros, proliferação de larvas e circulação do vetor.

Os técnicos da área estão prevendo um número maior de casos em relação ao ano passado, com base na avaliação de amostragem de larvas coletadas na região. Em 2017, Valinhos registrou quatro casos de dengue, dois importados (contraídos em outro município) e dois autóctones (contraídos na cidade). Este ano houve apenas uma notificação que está em investigação.

Trabalho diário – A rotina da Divisão de Controle de Vetor da Secretaria da Saúde inclui a visita casa a casa diária por setores da cidade; ação em pontos estratégicos, como borracharias e ferros velhos; e avaliação trimestral por amostragem de proliferação de larvas.

A Secretaria de Obras e Serviços Públicos também intensificou as ações de limpeza da cidade para a eliminação de criadouros do Aedes. Os trabalhos incluem corte de mato das áreas públicas e notificação de proprietários de áreas particulares; limpeza de áreas irregulares de depósito de lixo e entulho por parte da população; e varrição das ruas.

A população pode colaborar dando destino correto ao lixo, já que a cidade é coberta praticamente 100% pela coleta de lixo. Já entulhos de construção precisam ser descartados por meio da contratação de caçambas.

Comentários