Mundo
Publicado em 08/09/2016 às 15:03 - Autor:

Unicef divulga números alarmantes sobre crianças refugiadas

Quase 50 milhões de crianças vivem atualmente deslocadas em todo o mundo. Desse total, 28 milhões tiveram de deixar seus países de origem para escapar de conflitos. Outras 20 milhões se foram para fugir da pobreza ou da violência. A maioria delas está exposta a situações de extrema vulnerabilidade, como escravidão e abusos sexuais.

Os números foram divulgados nesta quarta-feira pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância). Em 2015, cerca de 45% das crianças refugiadas sob a proteção da ONU  (Organização das Nações Unidas) eram originárias da Síria e do Afeganistão.

“Cada foto, cada menina ou cada menino simboliza milhões de crianças em perigo”, diz o diretor-geral do Unicef, Anthony Lake. “Necessitamos que a compaixão que sentimos pelas vítimas que podemos ver se traduza em uma ação a favor de todas as crianças.”

Britânicos farão muro na França

O Reino Unido anunciou nesta quarta-feira que está pronto para construir um muro em Calais, na França, para barrar a entrada de imigrantes através do Canal da Mancha. A medida já recebeu o aval das autoridades francesas e deve ser colocada em prática ainda neste ano.

A imprensa britânica batizou o muro de “Grande Muralha de Calais”. A obra será feita na estrada que dá acesso ao porto de Calais e terá quatro metros de altura por um quilômetro de comprimento.

O governo da Itália criticou a construção do muro. “Penso que não iremos a nenhum lugar desta maneira. Devemos ter consciência que a solução é investir na África”, disse o ministro das Relações Exteriores da Itália, Paolo Gentiloni.

Fonte: Metro Jornal.

Comentários