Destaque Saúde
Publicado em 03/11/2017 às 12:57 - Autor:

Campanha alerta para o câncer de próstata e a saúde do homem

O mês de novembro é internacionalmente dedicado às ações relacionadas ao câncer de próstata e a saúde do homem. O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens.  As taxas da manifestação da doença são cerca de seis vezes maiores nos países desenvolvidos.

Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade  reduzidos.  No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo (fonte Ministério da Saúde).

O objetivo da Campanha Novembro Azul é ampliar a procura dos homens às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para promover o cuidado e a prevenção, reduzindo as taxas de morbimortalidade e melhorando sua qualidade de vida.

A Rede Municipal de Saúde do município oferece atendimento em 14 UBSs. “Qualificar a saúde da população masculina, oferecendo diagnóstico precoce é a principal diretriz da Política Municipal de Atenção Integral à Saúde do Homem”, disse o secretário da Pasta, Nilton Tordin.

 

Câncer de próstata – Os sintomas mais comuns do tumor são a dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina, dentre outros. Quem tem histórico familiar da doença deve avisar o médico, que indicará os exames necessários.

Uma dieta rica em fibras, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco do câncer. Também é recomendado pelo menos 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que todos os homens com 45 anos de idade ou mais, façam o exame da próstata anualmente, o que compreende o toque retal e o PSA.

O toque retal é considerado indispensável e não pode ser substituído pelo exame de sangue ou por qualquer outro exame.

 

 

 

 

 

Comentários